quarta-feira, 18 de novembro de 2009

As Relações Públicas no Esporte

Hoje convidamos @Brenomoreira para nos contar um pouco sobre seu
foco como Relações Públicas: o esporte. Breno tem 26 anos, é Relações
Públicas e Administrador (habilitação em Promoção de Eventos,
Esportes e Lazer). Suas experiências no esporte: ACE – Marketing
Esportivo. Clientes: América FC, Pitágoras/Minas, Bonsucesso/MOC,
Festival de Esportes/Mercantil, lei de incentivo ao esporte e eventos
esportivos. Clube Atlético Mineiro (Marketing).


Em alta, o esporte tem despertado o interesse de muitos profissionais e isso também se deve à realização da Copa 2014 e das Olimpíadas 2016. Nosso país passará, até o fim destes anos, por muitas provas de fogo, mas é preciso pensar no presente, nas oportunidades e nas mais variadas formas de comunicação relacionadas ao esporte.

Futebol é a paixão nacional, porém em termos de gestão, notamos que está a um passo atrás de algumas modalidades do chamado esporte especializado. Um dos possíveis motivos para tal amadorismo pode ser identificado pela paixão excessiva, que deve ser dosada para deixar de ser prejudicial e tornar-se produtiva.

O esporte é emoção. Isso torna o trabalho prazeroso, e é ai que se encaixa o profissional de Relações Públicas. Nos clubes esportivos exercemos um papel fundamental no planejamento estratégico. Todavia não podemos viver esse clima contagiante e agir desordenadamente. Devemos conhecer de perto o negócio, os públicos, os pontos fortes e fracos, as ações estratégicas e etc. Este processo funciona como qualquer outro e todo sistema de comunicação contribui para o constante crescimento das instituições, bem como para a sua marca.

Podemos destacar alguns pontos que podem ser trabalhados por profissionais de RRPP direta ou indiretamente: relacionamento com o torcedor (CRM) e stakeholders, operações e ações para os jogos, ativação de patrocínios, comunicação interna e institucional, ações de responsabilidade social, resguardar a identidade e padronizar toda comunicação visual, coordenar eventos, realizar pesquisas (quantitativas e qualitativas), desenvolver projetos e trabalhar em sinergia com os departamentos Comercial e Assessoria de imprensa, além de ter participação em administração de crises, implantação ou continuidade da qualidade total e recursos humanos. O profissional atualizado, atento às inovações, cenários e tendências, certamente irá se destacar, pois tudo o que circunda o esporte pode ser visto como oportunidade. A indústria do entretenimento pode ser um bom exemplo para o desenvolvimento contínuo do esporte.

Creio que, na maioria dos casos, os profissionais da comunicação estão inseridos nas assessorias de imprensa e nos departamentos de marketing, onde os torcedores já estão sendo tratados como consumidores, e com enorme potencial perante a um momento que exige uma gestão profissional dos clubes e da indústria do esporte.

O planejamento estratégico deverá considerar a diversidade do público ligado ao clube, respeitado os diferentes perfis, com suas características e peculiaridades. Além disso, a imagem e identidade da marca deverão ser trabalhadas através de ações e eventos bem sintonizados e dimensionados.

Enfim, temos que estar antenados para levar aos stakeholders um pouco da emoção das partidas por meio das experiências, sensações, sentimentos, pensamentos e identificação com o clube.

As áreas de comunicação, no contexto esportivo, são um campo fértil para a criatividade, onde é preciso ousar e inovar com riscos calculados. Os profissionais de Relações Públicas têm sido audaciosos ao longo dos anos e peças-chave na luta pela sobrevivência corporativa, criando assim, novas oportunidades de trabalho. O desafio está em aproveitar os eventos que estão acontecendo, os que estão por vir e as portas que se abrirão pós Copa e Olimpíadas. Para isso, é preciso qualificar-se e trabalhar para deixar o legado de bons frutos.

19 comentários:

Ivan Amorim 18 de novembro de 2009 12:09  

Gostei do texto... mas ainda acho que faltam muitas informações para quem pretende seguir esse caminho (meu caso)... que eu me lembre esse é o primeiro texto que vejo a respeito do RP no Esporte!! Ai fica a questão como se especializar? onde?
Quem são os profissionais de RP que estão nesse mercado ?! Como alguém que se formou agora em RP pode entrar nesse mercado?
SÃO TANTAS DÚVIDAS...

Ivan Amorim 18 de novembro de 2009 12:10  

Mas é um ótimo texto... mais acho que poderiamos ter mais desses .. hehe

Ocappuccino.com 18 de novembro de 2009 12:15  

Oi Ivan. É difícil escrever tudo em apenas um post, mas já convidamos o Breno para escrever outro texto e continuar explorando o mesmo tema? rp no esporte. Um belo caso de gestão no esporte é de Rodrigo Caetano, creio qeu formado em Administração, que começou nas categorias de base do Grêmio, passou à gestão do futebol profissional e hoje realiza um belo trabalho no Vasco da Gama. Para saber sobre cursos de especialização vou entrar em contato com o Rodrigo Cogo (@rprodrigo) do Mundo RP, ele conhece muito dos cursos no Brasil e pode ajudar.

Abraços e valeu por participar.

MATEUS

@camilajoaquina 18 de novembro de 2009 12:18  

Relações Públicas no esporte é fundamental, principalmente no futebol aqui no Brasil. É uma das paixões nacionais com um envolvimento de vários sentimentos tanto daqueles que jogam, quanto com seu público. Essa administração de relacionamentos é de extrema importância, tornando-se essencial até para o progresso e desenvolvimento das equipes esportivas. PÚBLICO e RP devem andar em plena sincronia para os melhores interesses de todos! Uma área que ainda deve ser muito explorada e valorizada!

Bom post de abertura de caminhos para estudantes e profissionais! =)

Ivan Amorim 18 de novembro de 2009 12:36  

Rodrigo Caetano?! tem twitter... me passa algum contato dele...
Eu vejo por exemplo o Corinthians fazendo diversas ações de RP e Rp em apoio ao MKT de uma forma efetiva...
Ótimo texto e tomara que tenham muitos mais... além de matérias e discussões...

Jéssica 18 de novembro de 2009 13:03  

Olá, Breno! Adorei o seu texto! =D
Estou desenvolvendo um projeto nessa área e vou um pouquinho mais longe que você!

Considero o PR como o 5ºP do Composto de Marketing Esportivo!
Pra mim o RP tem uma função de gestor, algo que está muito em falta no mercado.

A vinda da Copa e das Olimpíadas é um triunfo para nós, entretanto o que me deixa com medo é a falta de profissionalismo de muitas pessoas, o que acaba sujando o nome RP.

Tenho altas expectativas para o RP no esporte. Eu concordo com 3 autores americanos chamados Mullin, Hardy e Sutton, onde eles dividem as funções de RP em 2 aspectos: Relações de Mídas(RM) e Relações Comunitárias(RM), na minha visão são as duas que eu mais gosto no RP esportivo. Mas aqui no Brasil só é aplicado de forma correta a Relações de Mídia reativa de resto nós temos muito que crescer comparando com o esporte mundial, por isso vejo um nicho ótimo para nós RPs trabalharmos.

Ivan, você mecionou no marketing do Corinthians, aquilo é aponta do iceberg, o RP pode fazer muito mais!! Não se espelhe muito no Brasil não, pois agente pensa muito pequeno. Se você quer conhecer algo de qualidade, criatividade, que não gaste muito, olha para o EUA, Barcelona...

Ivan, se você quiser seguir a área recomendo você a saber tudo sobre esporte (não só futebol) e procurar por cursos, pós, existem vários: ESPM, Senac, etc...
Lá você terá muitos contatos(networking total) que vão ajudar você a se inserir no ramo.

Ótima iniciativa Ocapuccino, Parabéns!!!!
Bjs, Jéssica - @jerblima

Ivan Amorim 18 de novembro de 2009 14:27  

Concordo com você Jéssica a respeito do Corinthians, foi apenas um exemplo Brasileiro, mas poderia citar o Benfica, Ajax.. isso falando só em futebol.. o que não é o foco do assunto...
E vou procurar sim pode ter certeza..
Mas vou abrir um pouco mais esse texto.. como podemos trabalhar RP no esporte em nosso querido Brasil, uma vez que nem a profissão é tão reconhecida, e existem algumas "panelas" para se trabalhar nesse mercado ?!

Ocappuccino.com 18 de novembro de 2009 16:06  

Ivan, não tenho contato do Rodrigo Caetano. Teria que ligar para o Vasco e tentar falar com ele, sobre gesstão no futebol brasileiro ele é O cara hoje.

Sobre o que a Jéssica falou das Relações Comunitárias(RM) aqui no RS o Inter promove muito bem este papel com o 'genoma colorado' e a 'escola rubra', alguns dos projetos que objetivam a formação de crianças nao só no futebol, mas em oturos esportes e na educação.

MATEUS

Rodrigo Cogo 18 de novembro de 2009 23:27  

O trabalho em comunicação no segmento esportivo é amplo, e em muitas partes igual a qualquer programa de reputação corporativa. São mapeados os públicos (jogadores e funcionários e seus familiares, torcedores, imprensa especializada, comunidade de entorno dos espaços de eventos e treinos, Governo, etc), são traçadas ações compatíveis com as necessidades ou expectativas de informação e relacionamento com cada grupo com seus canais e mensagens, etc,etc. Do ponto-de-vista de um patrocinador (e não de um clube, de um time, de uma academia de ginástica), o trabalho é de escolha do melhor projeto esportivo que agregue valores à marca e/ou que seja significativo para a comunidade, com preceitos semelhantes a outras modalidades de patrocínio, como o cultural. Sobre a questão de haver especialização em Marketing Esportivo e Administração Esportiva, certamente há - fiz rápida busca no Google agora e surgiram opções em Santa Catarina, no Rio e em São Paulo, ou então cursos de férias e/ou d extensão em várias instituições.

ana carolina 19 de novembro de 2009 10:42  
Este comentário foi removido pelo autor.
ana carolina 19 de novembro de 2009 10:44  

O Cappucino está de Parabéns, o texto está ótimo!!!

Ivan, também quero me especializar nessa área, e já pesquisei muito de RP e Esporte, mas não tem, o que tem, e muito, é mkt esportivo, mas que acaba precisando das Relações Públicas para algumas ações. Quando fui escrever meu artigo para o intercom, demorei até conseguir algo escrito falando de RP e Esporte, mas encontrei e nos Estados Unidos eles focam na parte de RP comunitária, aproximação dos jogadores/time/academia com a comunidade, como ex: tarde de basquete com crianças. E além disso todas as outras ações já citadas pelo O Cappucino e pela ligação que o Rodrigo Cogo fez com a reputação.

Acho que é uma área nova, que precisa de pessoas que queiram "criar conteúdo".

ana carolina 19 de novembro de 2009 10:49  

Jéssica, esse livro que você citou é muito bom mesmo!! Quase todo meu texto foi baseado no capítulo de RP e esporte deles!!

ana carolina 19 de novembro de 2009 10:49  

Jéssica, esse livro que você citou é muito bom mesmo!! Quase todo meu texto foi baseado no capítulo de RP e esporte deles!!

BFM 19 de novembro de 2009 11:36  

Pessoal, agradeço a todos pelo feedback do texto. Dentro dos deptos. de MKT têm muitos RP´s qdo. estava no Atlético MG eram 4 de 10 profissionais. Portanto, é necessário ter um foco mais voltado para a área de gestão. Tentarei passar para vocês mais possibilidades, informações e sugestões para o RP no esporte. Abraços!
Breno

Fabio Procópio 19 de novembro de 2009 17:14  

ótimo texto, já recomendei para alguns colegas que pensam em seguir esse ramo das RPs. Muitos conflitos acontecem, inclusive dentero de campo e que pode refletir demais na imagem, parcerias e relacionamentos que o clube tem. Viram a confusão que aconteceu dentro de campo ontem??

Abraço

Guilherme Freitas 23 de novembro de 2009 14:05  

Sem dúvida nenhuma o esporte está em alta para todas as áreas. Creio que os RP também terão muitas oportunidades de trabalho e essas dicas do Breno são valiosas. Abraços.

Anônimo 25 de janeiro de 2013 21:31  

Hey very interesting blog!
My page - unlock iphone 4s 6.0

Anônimo 19 de fevereiro de 2013 23:53  

Definitely believe that which you said. Your favorite justification appeared to
be at the web the simplest factor to take note of.
I say to you, I certainly get annoyed even as people think about concerns
that they just don't recognise about. You managed to hit the nail upon the highest as smartly as outlined out the whole thing without having side effect , other folks could take a signal. Will probably be again to get more. Thank you

Also visit my web page how can i buy instagram followers online
my webpage > get more instagram followers free fast

Anônimo 4 de março de 2013 21:20  

I am truly glad to read this webpage posts which carries
tons of valuable facts, thanks for providing these statistics.


Feel free to surf to my blog post - Twitter technology
Also see my webpage > buy followers on twitter

Related Posts with Thumbnails

RPs blogs e blogueiros

Outros blogs e blogueiros

  © Ocappuccino.com :: Desde junho de 2008 - Porto Alegre - RS - Brasil | contato@ocappuccino.com | @ocappuccino |

Home